Estudantes atravessam ponte com água nos joelhos para voltar da escola no Ceará


Um vídeo mostra estudantes do Ceará atravessando uma passagem molhada com água nos joelhos para conseguir retornar da escola. O flagra aconteceu nesta terça-feira (12) na comunidade rural de Bonitinho, em Canindé, cidade localizada a 110 quilômetros de Fortaleza.

Moradores da região relataram, no entanto, que a situação não é pontual, e se repete todo ano, especialmente no período chuvoso – quando o riacho da região tem aumento no volume de água. Na ida para a escola, elas também enfrentam a mesma dificuldade.

Os pais cobram uma estrutura melhor para o deslocamento das crianças, como pontes altas ou mais passagens molhadas, e também transportes de melhor qualidade.

A mãe de uma das crianças que aparece no vídeo disse que a filha ficou bastante assustada com a situação e não foi à escola nesta terça-feira. Ela também relatou uma quase tragédia:

“A cheia quase leva um pai de família com seu filho. O pessoal viu e correu para ajudar. Foi quando o desespero bateu mais ainda, as crianças começaram a chorar e os pais também”.

De acordo com a moradora, as crianças foram para a escola normalmente na segunda-feira, mas por volta de 13h foram liberadas após as chuvas fortes. A volta para casa, no entanto, foi perigosa.

A Secretaria de Educação do município respondeu que tão logo iniciaram as chuvas na tarde de terça-feira (12) os alunos foram liberados da escola em questão.

“Acontece que devido à intensidade das precipitações e dado o percurso de quatro quilômetros que o ônibus escolar teve que percorrer na estrada carroçável, não foi possível atravessar com todas as crianças antes de o riacho transbordar. Ressalta ainda que profissionais da escola permaneceram na margem do riacho aguardando o nível das águas baixarem para atravessar os alunos em segurança e que as crianças que atravessaram o fizeram por iniciativa de alguns pais, como se pode constatar no vídeo. O ocorrido foi um caso isolado. As aulas seguiram dentro da normalidade no dia de hoje, 13.03.24”.

A pasta não respondeu, no entanto, se há um projeto para ampliação do transporte escolar e melhoria dos já existentes – ideias cobradas pelos moradores. O g1 questionou também a secretaria de Infraestrutura sobre como a gestão pretende resolver o problema denunciado de forma definitiva, e aguarda resposta.

 

 

 

 

 

 

ASA BRANCA NEWS VIA G1

Ao vivo

Carregando…


A seguir

Carregando…

schedule